#literatura
#maternidade

Escolhas

   

Escrito por Bia Bastos em 18/08/2019

 

 

Sabe Vítor mamãe tem 37 anos e ainda não sabe escolher muitas coisas na vida. Não me refiro à comida ou gosto por atividades esportivas, isso é mais fácil, mas sim ao relacionamento com as outras pessoas. Olhar o outro, entendê-lo e admirá-lo. Falo aqui de conexões humanas. 

Prestar atenção e valorizar cada momento, cada troca humana, seja ela com um amigo ou com o moço da padaria, da esquina ou da limpeza. Enganam-se aqueles que acham que ser anti-social é a melhor escolha. 

Aí mamãe já errou bastante, por exemplo ao começar a meditar e achar que estava espiritualemente evoluída, o que implicaria em ser melhor do que o outro. rs arrogância e doce ilusão sim concordo comigo 100% do tempo e faço escolhas a todo momento mas não, não sou melhor do que ninguém, mesmo que acerte mais do que erre em alguns momentos.

Assim, me isolava dentro de mim, preferindo sempre o silêncio à troca. E sem trocar me isolava mais e mais, até que percebi que este não era o melhor caminho, o da negação. Somos seres sociáveis  por natureza, logo devemos trocar, viver, entender o outro, olhar o seu lado bom.

Assim, mamãe aprendeu que prestar atenção a luz das pessoas é a melhor escolha. A melhor escolha é também a de se responsabilizar pela forma que as pessoas se sentem em nossa presença. E assim caminhamos, evoluindo, errando e aprendendo que sempre há uma nova oportunidade de fazer uma nova escolha. E, vc filho, quem escolhe ser hoje?

 

 


Escrito por

Bia Bastos

37 years - Founder of Pervaleo
I am an entrepreneur, who loves doing yoga, windsurfing and meditation. I write letters to my son since he was a little baby. You can read them on my personal blogspot called The world for you.

 

 

 


Comente

Você precisa estar logado para enviar um comentário, clique aqui para logar ou se cadastrar.

 

 

MORE


UPLOADS

HELP


TERMS OF SERVICE

PERVALEO


ABOUT

PERVALEO WORLD

TERMS OF USE

PROSPECTO DEFINITIVO DE OFERTA PUBLICA