#reflection
#time
#feelings
#tempo

O Tempo e suas relações

   

By Pedro Henrique Levi Fernandes at 07/24/2017

 

 

       Para todos nós o dia tem 24 horas, isto é um fato incontestável. Porém, para a grande maioria ele parece ter 8 e precisaria ter 36 horas. Ele parece ser um diabinho que nos adora pregar peças, pois quando estamos fazendo algo que gostamos, ele acelera inacreditalvemente, mas é só começar a fazer algo que não é de nosso agrado, que o mesmo inicia sua operação tartaruga. Seria isso uma brincadeira dos deuses ?
        Enfim, é outra coisa de grande notoriedade que já há uma espécie de pré-programação na passagem do tempo, sexta feira as 18:00 ele começa seu processo de aceleração quantica, numa constante que parece que vai atingir a velocidade da Luz.
E ao invés de continuar nesse ritmo acelerado, até as 18:00 da sexta-feira seguinte, para ai desacelerar, ele usa o melhor freio existente e imcompreensivel pelo ser humano. Bateu 20:00 horas de Domingo, ele vai ao ritmo que praticamente anda de ré.
Outra relação engraçada do tempo, é a que ele possui com a vontade. Sempre o culpamos de tudo, de não termos tempo para nos divertir, de não termos tempo de se dedicar a nós, de não termos tempo para nada. Mas quando há realmente a vontade de fazer tudo isto que queremos, o tempo surge comitantemente com a vontade. E de onde ele veio meu Deus ? O que mudou para que ele aparecesse ? Eis que posso lhe dizer que sua grande amiga, a Vontade está puxando ele.
        Olhando para estas duas relações que o tempo possui, começo a me perguntar, será mesmo ele o grande vilão que imaginamos que ele é ? Na humilde opnião de quem ainda espera ter muito tempo pela frente, ele apenas é o grande vilão no fator envelhecimento, e mesmo assim, podemos retarda-lo, nunca vence-lo.
        Porém, contra a noção e a vontade, acredito que o tempo seja apenas um coadjuvante nesta louca dança. Deixando assim, de exercer seu papel de vilão, e passando este papel para o ser humano que o usa.
        Assim sendo, antes de culpar aquilo sob o qual não temos controle, culpe a si mesmo, por não fazer tudo aquilo que poderia ter feito, pois o tempo, é igual e passa igual para todos, o que realmente muda é nossa vontade e noção, do que fazer com aquele tempo que nos é dado.

 


By

Pedro Henrique Levi Fernandes

33 years -

 

 

 


Comente

Você precisa estar logado para enviar um comentário, clique aqui para logar ou se cadastrar.

 

 

© 2016 PERVALEO LTDA, ALL RIGHTS RESERVED                      ABOUT TERMS OF USE TERMS OF SERVICE            MADE IN RIO